POST EM DESTAQUE

  • Equipe UR

Conheça o Projeto Vitória da Restinga!

Você já ouviu falar sobre a restinga? Sabia que todas as praias da cidade de Vitória são cercadas por ela?


O Instituto Últimos Refúgios, em parceria com a Vale, convida todos para conhecer o projeto "Vitória da Restinga", iniciativa que fomentará o conhecimento sobre o ecossistema para toda a população capixaba. O projeto busca promover um diálogo aberto com a comunidade por meio de ações de sensibilização ambiental, informando sobre a biodiversidade local e o trabalho de revitalização na restinga da Orla de Camburi, em Vitória.


Fotos: Raphael Gaspar Tebaldi e Leonardo Merçon, respectivamente


O objetivo é gerar um efeito positivo para as comunidades locais e ressaltar a importância de preservar a biodiversidade deste ambiente tão impactado pela ação humana.




IMPORTÂNCIA DA RESTINGA

“Restinga” é o termo utilizado na ecologia para definir diferentes formações vegetais sob influência marinha e flúvio-marinha, formadas nos solos arenosos de ambientes costeiros (praias). Esta área de conexão entre o ambiente marinho e continental possui diversas fragilidades naturais, como a deposição e erosão do substrato arenoso por ação dos ventos oceânicos.


Foto: Leonardo Merçon


O ecossistema de restinga é associado à Mata Atlântica, um dos maiores hotspots de biodiversidade do planeta. Os hotspots são áreas com grande biodiversidade de plantas e animais - como aves, mamíferos e répteis - que geralmente abrigam espécies raras endêmicas, ou seja, que existem apenas naquele local.


Muitas vezes, este ambiente serve como refúgio e local de reprodução para animais migratórios, a exemplo de algumas aves e tartarugas marinhas, que voltam às praias para construírem seus ninhos próximos à vegetação de restinga.


Foto: Leonardo Merçon


A fauna e flora presente neste ambiente são capazes de suportar e lidar com a salinidade elevada, ventos fortes, solo com poucos nutrientes e escassez de água. Algumas espécies de plantas da restinga possuem folhas coriáceas (com a cutícula mais densa) que evita a perda excessiva de água, raízes profundas e extensas para ocupar mais espaço no solo e ter acesso à água e folhas com glândulas de sal, e precisam descartá-las para controlar o excesso do mineral.


Fotos: Leonardo Merçon


A orla de Camburi abriga várias espécies típicas da restinga, representadas pelo canto das aves e pelas cores da fauna e da flora que habitam a região. Neste lindo mosaico da vida silvestre é possível visualizar algumas das espécies nativas de restinga. Na flora, temos a Aroeira-vermelha (Schinus terebinthifolia), espécie que possui sementes vermelhas com um grande potencial econômico. Em relação à fauna, podemos visualizar o teiú (Salvator merianae), o maior lagarto do Brasil. Também temos o gambá-de-orelha-preta (Didelphis aurita), um mamífero nativo em áreas de restinga.


Fotos: Leonardo Merçon


Toda essa biodiversidade pode ser encontrada na restinga das praias de Vitória. O Projeto Vitória da Restinga incentivará o conhecimento sobre o ecossistema e apresentará suas belezas naturais por meio da informação e da sensibilização ambiental.


Fiquem ligados pois tem muita novidade vindo por aí!

Nos acompanhe em nossa página no Instagram: @vitoriadarestinga


EQUIPE

Leonardo Merçon, Iasmin Macedo, Raphael Gaspar, Caroline Reis, Anna Flávia Sacchetto, Thiago Negrelli, Laiz Pontes, Marina Mello, Felipe Facini , Sol Lucas.

Foto: Leonardo Merçon


O projeto Vitória da Restinga é uma realização do Instituto Últimos Refúgios em parceria com a Vale.


PROJETO


REALIZAÇÃO


PARCERIA


378 visualizações