vitoriadarestinga.jpg

O Projeto Vitória da Restinga é uma iniciativa do Instituto Últimos Refúgios com a parceria da Vale, que visa a sensibilização ambiental em prol da preservação da Restinga em toda orla de Camburi, em Vitória/ES.

PROJETO VITÓRIA DA RESTINGA

O PROJETO

Temos como principal objetivo realizar a divulgação desse rico ecossistema, através da educação ambiental e divulgação científica. Sensibilizando a comunidade local sobre esse ecossistema, que hoje é muito impactado por ações antrópicas, como: inserção de plantas invasoras, poluição e perda de território. 

A Praia de Camburi faz parte da APA Baía das Tartarugas (SAIBA MAIS), e o Projeto Vitória da Restinga tem a parceria da Vale e da Prefeitura de Vitória e é uma das atividades realizadas pelo Projeto de Conservação da Baía das Tartarugas, do Instituto Últimos Refúgios.

Slide19.JPG

Curiosidades e importância da restinga

Você sabia que a restinga também faz parte da Mata Atlântica?

A restinga é um tipo de ecossistema dentro do Bioma Mata Atlântica, encontrado em grande parte do litoral. Serve como refúgio para muitas espécies de animais silvestres, fornecendo abrigo e alimento. Caracterizada por uma vegetação litorânea bem diversa e específica, geralmente muito resistente, já que o solo é arenoso, pobre em nutrientes e água. Além disso, as espécies que residem neste ecossistema, tanto a flora quanto a fauna, sofrem com a influência marítima, com ventos fortes, salinidade e temperaturas extremas.

2021-05-20 at 09.58.29.jpeg

Por que a restinga precisa ser preservada?

Por ser um ecossistema mais frágil, apresenta uma facilidade maior de ocupação, comparado a florestas, com isso, a anos sofre com o processo de urbanização, que vem fragmentando ou extinguindo a formação vegetal.

 

A fragmentação das áreas de restinga pode resultar no desequilíbrio dos manguezais, na escassez de nutrientes e água no solo, na não-fixação da areia da praia, favorecer o aparecimento de espécies exóticas e invasoras e aumentar de forma considerável o risco de extinção de animais e plantas que habitam este ecossistema. A presença de espécies invasoras pode ser prejudicial para a estrutura e composição da região, devido ao potencial de adaptação e reprodução de determinadas plantas, que reduz o espaço dificultando a regeneração das espécies nativas. Espécies de pinheiros, casuarinas, castanheiras e leucenas, são exemplos de plantas exóticas invasoras em áreas de restinga no Brasil. E o caracol-africano ou caracol-gigante (Achatina fulica) é um exemplo de fauna invasora encontrada também neste habitat. O descarte incorreto do lixo é outro problema frequente encontrado na restinga, podendo ser prejudicial à sobrevivência de muitas espécies.

 

Então, a restinga é um ecossistema de características únicas, que está sendo degradado em grande velocidade e precisa de ações urgentes para a sua conservação.

201808010006-Curva da Jurema (Vitória-ES) - Curva da Jurema beach.jpg

Mas qual a importância da restinga?

A restinga tem grande importância ecológica devido à riqueza de espécies (migratórias ou residentes), que utilizam do ambiente para reprodução, alimentação e refúgio. Muitos desses animais têm papel fundamental na manutenção das formações vegetais, por agirem como polinizadores e dispersores de sementes. Algumas espécies de animais e plantas existem apenas nesse ecossistema.

 

Apresenta também importância econômica de forma indireta, já que atua na estabilização de manguezais, evitando o seu soterramento. Sabemos que o mangue é abrigo e criadouro natural para muitas espécies de peixes, camarões, caranguejos, entre outros e são essenciais para pescadores e comunidades locais.

 

Além disso, a restinga é muito importante na fixação da areia da praia e dunas, ou seja, quando a vegetação está desenvolvida e conservada a areia não será carregada para calçadões, ruas e residências próximas.

2021-08-20 at 16.29.11.jpeg

CRIAÇÃO DO PROJETO VITÓRIA DA RESTINGA

A Área de Proteção Ambiental (APA) Baía das Tartarugas, envolve toda a Baía de Vitória, englobando a Praia de Camburi, Praia do Canto e Ilhas do Boi e do Frade, somando uma área de 1.685,47 hectares.

A APA Baía das Tartarugas é administrada pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Vitória (SEMMAM) e visa uma melhoria na qualidade ambiental e na preservação da biodiversidade marinha do ecossistema costeiro. Buscando planos de recuperação e preservação da área, a Secretaria busca a elaboração do Plano de Manejo da nova Unidade de Conservação (PREFEITURA DE VITÓRIA, 2018).

Neste sentido, o Instituto Últimos Refúgios teve a iniciativa de criar o Projeto Vitória da Restinga, com a pretensão de entender o contexto ambiental e social, bem como divulgar e valorizar a biodiversidade existente sensibilizando os usuários da APA Baía das Tartarugas. 

NOSSAS AÇÕES

Todas as ações do Vitória da Restinga visam mostrar à população local o quão importante e rico em biodiversidade é esse ecossistema, aliado aos benefícios do uso sustentável para lazer e esportes ao ar livre. O Projeto, com a parceria da Vale, tem o propósito de estimular iniciativas de preservação, com ações de sensibilização ambiental. Proporcionando através de diálogos e ações, uma mudança de pensamentos sobre o que é a restinga, a sua importância e a relação com a biodiversidade local.
A praia, as praças e as escolas da região serão locais para a realização das atividades. O foco são ações de limpeza de praia, plantio de mudas nativas da restinga, capacitações de profissionais e comunidade, educação ambiental com crianças e adultos e campanhas ecológicas, presenciais e virtuais.

 

Realização de capacitações com a temática “Restinga e sua importância” para professores, funcionários da Vale e grupos comunitários.

EM BREVE

Capacitações

Atividades realizadas em escolas para alunos e seus familiares com o objetivo de incentivar as crianças a observarem e descobrirem o ecossistema e a riqueza de suas espécies.

EM BREVE

Clube de observação da Natureza

Organização e mobilização de ações de limpeza na orla da praia de Camburi, no mangue e em praças e parques da cidade.

Limpeza de praias

Ações de educação ambiental com foco em conteúdos sobre a restinga, qual a sua importância, presença e importância da fauna e flora nativas, espécies exóticas não nativas, ações antrópicas dos seres humanos e suas consequências para este ecossistema.

EM BREVE

Educação ambiental

Campanhas realizadas na orla da praia de Camburi, praças e parques da cidade trazendo a atenção dos moradores locais, frequentadores, grupos esportistas, crianças e visitantes para as ações de informação sobre a restinga da praia de Camburi.

EM BREVE

Campanhas ecológicas

Plantio de mudas em áreas degradadas da restinga da orla de Camburi e cultivo de sementes de espécies nativas.

EM BREVE

Plantio de mudas nativas da restinga

NOTÍCIAS

NOSSA EQUIPE

Iasmin Macedo - Coordenadora 

Leonardo Merçon - Coordenador de Comunicação - Designer e Fotógrafo / Consultor

Caroline Reis Araujo - Coordenadora de Difusão Científica

Anna Flávia - Coordenadora de Educação Ambiental 

Laiz P Baptista - Criadora de Conteúdo para Difusão Científica 

Marina Mello - Criadora de textos para Difusão Científica 

João Pedro Zanardo - Biólogo Especialista em Restinga / Consultor 

Priscila Ligia Alvarino -  Assistente de produção

Thiago Negrelli - Assessoria contábil e jurídica

Felipe Facini - Designer / Consultor 

Elaine Knupp Brito - Consultora

Ana Clara Mardegan - Estagiária de Jornalismo UR

Rafael Gaspar - Diretor de projetos / Consultor

INSTAGRAM DO PROJETO

LOCALIZAÇÃO DA PRAIA DE CAMBURI

Chancelas-VR2021-OK.jpg