POST EM DESTAQUE

  • Lucas Neves Perillo, Biólogo, Doutor em Ecologia

Evento sobre conservação inova nas discussões dos problemas ambientais do Brasil


Os problemas da conservação da biodiversidade precisam ser enfrentados por todos. Todos merecem participar dessas discussões e opinar sobre o futuro ambiental do nosso planeta. Esse tão desejado empoderamento popular começa com o acesso à informação, mas imagine o desafio que é tentar unir a linguagem acadêmica, a linguagem popular e os diversos setores que fazem parte da conservação. Precisamos de profissionais de várias áreas para chegarmos à conclusões aplicáveis para entender as diversas situações que encontramos no ambiente natural. Precisamos de informações disponibilizadas por pesquisas de base, estudos de impactos sociais, serviços ambientais e ainda transmitir essas informações para os tomadores de decisão. Só assim temos condição de realizar a gestão da conservação da biodiversidade eficientemente no nosso país.

E foi com essa ideologia que organizamos em 2017 o IV Simpósio Brasileiro de Biologia da Conservação (IV SBBC). O evento presencial, que foi sediado em Belo Horizonte/MG, teve a participação de vários setores responsáveis pela conservação e teve como um dos principais objetivos a aplicação prática do conhecimento a partir da socialização de experiências e conhecimentos relacionados às questões ambientais no Brasil. Além das tradicionais palestras, separamos um tempo considerável para discussões em mesas redondas abertas ao público, sempre com o objetivo de resolver problemas da conservação. Promotores públicos, advogados, pesquisadores, ONGs e profissionais da conservação participaram, discutindo sobre o papel da ciência na conservação, das políticas públicas, do terceiro setor e ainda a importância da comunicação científica e da socialização do conhecimento. A partir destas temáticas centrais, foram elaboradas recomendações e diretrizes visando a otimizar os resultados das ações de conservação da biodiversidade no país. A meta é que tais documentos possam ser utilizados para influenciar as tomadas de decisões políticas, científicas, econômicas e sociais relativas ao meio ambiente. Cada participante também podia apresentar seu trabalho, caso tivesse contribuições para a conservação, e ainda produzir um vídeo de divulgação com linguagem acessível.


Depois de fecharmos esse cronograma multidisciplinar, ainda sentíamos que faltava muita coisa pra ser discutida e abordada e pensamos em uma alternativa que diminuiu as barreiras entre a academia e a sociedade. Então criamos o Pré-Simpósio Online, um espaço de diálogo virtual para estimular as discussões de forma democrática e gratuita ao longo do ano, por meio de vídeo-palestras semanais, entrevistas, tutoriais e outras atividades. Temas como planos de ação para a conservação de espécies e ecossistemas, gestão de conflitos e recursos hídricos e documentação científica da natureza foram disponibilizadas na internet de maneira gratuita. Tivemos a participação do Leonardo Merçon do Últimos Refúgios em um dos temas discutidos. Confira! O portal do Pré-Simpósio Online tem mais de 1600 pessoas inscritas e, até o dia de hoje, acessos aos conteúdos do site foram realizados em 402 municípios de todos os Estados brasileiros (Figura 1) e de 26 países dos 5 continentes (Figura 2). Isso demonstra o grande potencial dessa inovação para transpor as barreiras geográficas. O evento online tem possibilitado conhecer a realidade ambiental brasileira, assim como a socialização do conhecimento existente de forma ampla e acessível. Desafios da conservação devem ser discutidos por todos!


Figura1: Mapa de acessos no Brasil ao Portal do Pré-Simpósio Online.


Figura 2: Mapa de acesso dos países ao Portal do Pré-Simpósio Online.


Com o IV SBBC, realizamos um evento integrativo com o uso de ferramentas online, promovendo a socialização da informação e a capacitação da sociedade para as questões ambientais. O resultado desta integração será a elaboração de diretrizes aplicáveis a diversos contextos nacionais, otimizando as ações de conservação no Brasil. Aguardem mais resultados desse evento e participe no site!


Ah, e gravamos todo o evento presencial. Em breve estará tudo disponível no YouTube da Bocaina Biologia da Conservação. Vamos juntos pensar os novos rumos para a conservação da biodiversidade.


*Texto e imagens de Lucas Neves Perillo, Biólogo, Doutor em Ecologia, Conservação e Manejo da Vida Silvestre pela UFMG. Diretor da Bocaina Biologia da Conservação, organizadora do IV SBBC.


www.biologiadaconservacao.com.br

www.biologiadaconservacao.com.br/IVSBBC


Acompanhe também o Instituto Últimos Refúgios nas mídias sociais.

Facebook - www.facebook.com/ultimosrefugios

Youtube - www.youtube.com/ultimosrefugios

O Instituto Últimos Refúgios é uma organização sem fins lucrativos na qual os participantes são voluntários. Se gosta de nosso trabalho e quer que ele continue, saiba como colaborar no link: PARTICIPE

"Inspirando pessoas, promovemos mudanças!"




119 visualizações

Somos uma organização sem fins lucrativos. Por isso dependemos de doações para manter viva a luta em prol do meio ambiente. Sua colaboração mensal garante a continuidade e a independência do nosso trabalho.

Post_amigos_do_ultimos_refugios01.jpeg

Quer receber novidades? - Assine a newsletter

CALL US:

+55 (27) 3022-1667

Rua Humberto Balbi - 21 - Ed. Renê Descartes - sala 208 -

Jardim Camburi - Vitória, ES - Brazil

2006-2019 © Últimos Refúgios - All rights reserved

  • Facebook - Últimos Refúgios
  • YouTube - Últimos Refúgios
  • Instagram - Últimos Refúgios
  • Twitter - Últimos Refúgios